Notícias

Assassino final de empresário de Valença é preso em Rafael Jambeiro

Assassino diz que amante não participou do crime

Rafael Jambeiro foi a cidade que o assassino se passou por um simples comerciante. Foto: Google Maps

Após 6 meses em investigação a Polícia Civil da Bahia, através da 5º e 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior da Bahia, da Secretaria Estadual de Segurança Pública, conseguiu prender o assassino final do empresário Liel de Jesus, de Valença, no Baixo Sul da Bahia.

Constantino Pereira é o nome do homem que foi capturado na cidade de Rafael Jambeiro, no território do Piemonte do Paraguaçu, em um bar, com vida simples, sem suspeitas na comunidade onde viveu nos últimos meses se apresentando como homem da área rural, separado e em busca de uma nova vida. No momento da prisão, as pessoas mal sabiam que Constantino foi assassino de aluguel de Mariele de Jesus, a conhecida viúva negra de Valença, que havia acertado R$30 mil reais para que a vida do seu companheiro fosse retirada para receber seus bens e ficar com seu amante Ezequiel.

Agora preso, Constatino confessou que ficou a receber R$18 mil da viúva, e que fugiu após saber da prisão dela, além de dar os detalhes de como ocorreu a morte de Liel. “Ele não queria matar Liel, mas a insistência de Mariele foi tanta que ele o executou”, contou o delegado José Raimundo, coordenador da 5ª Coorpin.

Quanto ao amante, Ezequiel, Pereira foi bem taxativo em pontuar que o mesmo não fez parte do plano, não sabia. “Ele apenas a levou a um encontro com Constantino, mas não sabia do teor da conversa, porque ficou afastado. Ele é tido como inocente”, disse o delegado a Livre.

Agora, mandante e assassino seguem em presídios aguardando a data para o julgamento popular, que deverá ocorrer após a pandemia.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo