Pimenta com veneno

E os “deputados de Valença”, estão adonde?

*Por Wellingthon Anunpciação .

Valença sofre um estigma de muitos anos, creio até que antes mesmo de sua constituição. Todos usam a boa vontade do povo desta terra e depois seguem sem olhar para trás, quando precisam retornam, fazem bom uso e assim ciclicamente. Quero acreditar que seja coisa de gente hospitaleira, como disse Macária Andrade em seu inspirador hino.

Mas gente hospitaleira também é cobradora, justa e se zanga fácil quando é enganada.

Hoje, fazendo uma reflexão, pensava quando tudo isso ia passar, me lembrei de Valença como centro de busca de votos em 2018 de muitos nomes que se elegeram deputados e deputadas federais, vejamos:

Raimundo Costa – 6.058 votos;
Alice Portugal – 1.355 votos;
Josias Gomes – 1.249 votos;
Pastor Sargento Isidório – 1.039 votos;
Cláudio Cajado – 1.020 votos;
Alex Santana – 801 votos;
Félix Mendonça – 771 votos;
Prof. Dayane Pimentel – 508 votos;
Antônio Brito – 459 votos;
João Roma – 389 votos;
Marcelo Nilo – 376 votos;
Jorge Solla – 362 votos;
Igor Kannário – 315 votos;
Pastor Abílio Santana – 257 votos;
Valmir Assunção – 227 votos;
Pelegrino – 207 votos;
Lídice da Mata – 123 votos;
Bacelar – 116 votos;
Afonso Florence – 106 votos;
Zé Neto – 97 votos;
Daniel Almeida – 88 votos;
Ronaldo Carletto – 70 votos;
Elmar Nascimento – 70 votos;
Mário Negromonte Jr. – 61 votos;
Adolfo Viana – 50 votos;
Caetano – 46 votos;
Outros abaixo de 45 votos.

Agora procuramos 10% destes nomes para apoio as causas do município e só vemos três que lembraram da cidade, três deputados que com emendas ajudaram a cidade em meio a dezenas de votados em nosso sítio. Mas, e os outros? As lideranças que pediram votos para estes nomes. O que estão fazendo? Se emudeceram por algum motivo? Já imagino, não podem cobrar não é?

Valença não padecerá pela organização apartidária e responsável que esta sendo feita para erguer um hospital de campanha nos próximos dias. Porque se dependêssemos dos líderes destes tantos nomes votados para pedir e dos deputados envio de uma emenda – R$1 mil por cada voto tido – estaríamos realmente perdidos.

Seria justo que estivéssemos mais fortalecidos, já com nossa Unidade de Terapia Intensiva dentro da nossa Santa Casa com o mínimo de 20 leitos para atender pequena porcentagem da população e este hospital ser apenas um suporte do momento, mas não, devido ao “bom trabalho” dos que talvez tenham acertado algo, agora estamos com força de apenas 3 deputados que fazem ações em escala, também pudera, tantos votados na terra, teriam razão se pedissem para cobrar aos que também tiveram votos e foram eleitos. Assim dividiriam para todos os municípios por igual! Mas que bom que não fazem, são humanos.

A próxima é logo ali, espero que não tenha tanta gente errando. Assim, a gente faz um cercado nosso, com endereço acessível e telefone atendível as nossas necessidades!

É isso se a gente esquentar bem a água, os leopardos virão achando que a água é fria e a gente conversa de tampa fechada. Topam?

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo