Opinando

O impacto do isolamento social na rotina dos estudantes valencianos

Com quase 100 mil habitantes, Valença é a cidade do Baixo Sul que conta com o maior número de Instituições de Ensino

2020 têm se tornado um ano desafiador para muitos estudantes valencianos que cursam o último ano do Ensino Médio, e que pretendem realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e outros vestibulares, pois a partir do isolamento social decretado e aprovado municipalmente e estadualmente, tão quanto as recomendações de auto-isolamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), não permitem por medidas de prevenção e segurança o funcionamento das escolas.

Mais de 2 semanas sem aulas, e outras preocupações emergem para o público estudantil: “Eu irei me formar ainda em 2020?”, “Como vou conseguir ser aprovado no Enem sem aula?”, “Vai ter sábado letivo que não acaba mais!”. Infelizmente ainda não temos respostas para essas exposições.

O Parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE), determina o cumprimento dos 200 dias letivos, com carga horária a critério de cada instituição distribuídas ao longo desses 200 dias letivos, com base na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).
Após todo o isolamento, espera-se até então que cada escola cumpra o estabelecido, tendo que desafiar-se para montar estratégias com suas respectivas equipes pedagógicas, para harmonizar o ensino na mesma medida de sua eficiência no aprendizado, e preparando os estudantes das últimos anos para o ENEM.

Enquanto o isolamento não acaba, a juventude resguarda em suas casas, a preocupação e o anseio de obter os melhores resultados nos vestibulares e ENEM para adentrar as Universidades de nosso país.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Fechar
Fechar