Notícias

Pico de Coronavirus no Baixo Sul pode ocorrer em duas semanas

Entendimento se dá devido as pessoas não permanecerem em casa

O pico dos casos na epidemia da Covid-19 na Bahia e no Baixo Sul deve ocorrer no início de abril. A previsão foi feita na quarta-feira, 18, pelo presidente do Hospital Albert Einstein, o médico-cirurgião Sidney Klajner, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. Ele afirmou que neste momento “é muito importante que as pessoas se conscientizem da importância de permanecer em casa” para tentar impedir o avanço do vírus. Ainda segundo estima ele, para cada caso notificado da doença hoje existem outros 15 infectados sem diagnóstico.

“É importante se conscientizar de que a única forma de a gente mitigar o impacto dessa epidemia é não disseminar o vírus, permanecer em casa, porque o quadro é grave”, afirmou Klajner.

Para Klajner, a situação tende a se agravar no país com um pico de casos em duas semanas, especialmente em locais onde as pessoas não ficam em casa.

Na opinião dele, há também no Brasil um problema adicional. “A subnotificação dos casos”, afirmou. Ele afirmou que para cada caso notificado, haja pelo menos 15 outros contaminados, que não estão sendo diagnosticados. “Até pelo fato de muitos casos serem assintomáticos, como pode ocorrer com as crianças, por exemplo”, afirmou.

Em quadros normais, um diagnóstico da doença pode levar cerca de três horas e custa em torno de R$ 150.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Fechar
Fechar