Notícias

Valença: Moradores se aglomeram e risco da Covid aumenta

Moradores comportam-se como um dia de feriado e buscam ações de lazer

Apenas no Centro da cidade foi possível observar o cumprimento da quarentena. Foto: Mateus de Queiroz

Em Valença, no Baixo Sul do estado, o isolamento social por conta da pandemia estadual do Coronavirus está sendo cumprido em partes. Em alguns bairros nota-se explicitamente a presença das pessoas nas ruas em suas práticas rotineiras, em bares, restaurantes, nas portas de residências, desempenhando práticas esportivas e etc.

Uma notável parte desses categorizam-se como grupo de risco, é o caso dos idosos e pessoas com mais de 60 anos, a problemática é justamente a contaminação e a velocidade da letalidade do vírus nesses grupos, que requerem cuidados especiais e atenciosos.

Os grupos populacionais que encontram-se em estado de vulnerabilidade social, necessitam ir as ruas para manter o seu sustento familiar, a necessidade é o real motivo que faz com que grande parte dos valencianos saiam de suas casas, expondo-se nas ruas. Notou-se que 80% desses transitantes não tinham nenhum apetrecho de proteção contra o vírus, como máscaras e luvas.

Quando nossa equipe de reportagem passava pelo bairro do tento, durante uma transmissão ao vivo na página do facebook de Livre, um pescador parou o veículo onde estavam os repórteres para denunciar a baixa nas vendas de peixe e o pouco ganho de renda, justamente por conta do isolamento social, impactado pelo alastro do novo Coronavírus

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Fechar
Fechar