Notícias

Taperoá: Prefeito Rosival tem contas rejeitadas

Um dos motivos da rejeição da compra é o pagamento para recepção de premiação pelo Instituto Tirandentes

O prefeito de Taperoá, no Baixo Sul da Bahia, Rosival Lopes (DEM), teve as contas do exercício de 2018 reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios.

Entre as irregularidades apontadas estão o extrapolamento do índice de pessoal, o prefeito também foi multado em mais R$60 mil reais pela não recondução das despesas, conforme regulamenta a LRF.

O prefeito também teve apontada a compra de títulos de homenagem para si com verba pública. “Multo devido à ausência de comprovação de finalidade pública em relação à despesa realizada, tendo como credor o Instituto Tiradentes Ltda”, disse em sessão o Conselheiro Ronaldo Sant’anna.

Compra de homenagens
O escândalo em que se envolveu no ano de 2018, quando comprou títulos, se autopromovendo e favorecendo uma familiar que ocupava cargo de secretária, gerou escândalos na época quando o TCM investigou o Instituto Tiradentes pela recepção indevida de verba pública.

Aldo Lisboa (sendo premiado), Aline Muniz (a época secretária de Saúde) e Rosival Lopes receberam premio juntos. Foto: Print/Arquivo Livre

Livre denunciou Rosival Lopes e o vereador Aldo Lisboa (DEM), ambos que receberam títulos e usaram verba do erário para dirigirem-se ao local do evento. O edil informou ter devolvido os valores aos cofres públicos, mas Rosival nunca apresentou comprovante de devolução, o que fez com que na data de hoje as contas fossem reprovadas em sessão ordinária.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Fechar
Fechar