Pimenta com veneno

Fernando, que queria Benedito, agora lança Alcides!

*Por Wellingthon Anunpciação



Ouça a declaração do prefeito ao jornalista Wellingthon Anunciação.
Para ouvir enquanto lê, clique em OUVIR NO NAVEGADOR.

O bolo da cereja da cerimônia de retorno dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Cairu, no Baixo Sul da Bahia, ficou por conta da fala do prefeito Fernando Brito (PSD), que declarou para uma plateia lotada dos mais diversos componentes de partidos políticos do município arquipélago que queria o advogado Alcides Bulhões, subprocurador da prefeitura, como seu candidato a prefeito.

Fernando largou Benedito, não quer mais mais o engenheiro, mas quer Alcides, para sair de cabeça erguida.

Fernando ficou sem candidato, isso, logo após o vazamento do áudio em que seu escolhido Benedito Passos fez um comentário de discordância sobre seu comando e atitudes enquanto prefeito, mas agora traz à baila o nome do especialista em direito, que negou de modo modesto a função, mas os entendedores políticos já subentendem que Brito trabalhará firmemente para convencê-lo.

No plenário o vice-prefeito Manoel Palma – o Maneca Ché (PR), foi obrigado a ouvir e engolir a preferência apaixonada de Fernando por Alcides. Se bem que o vice, nada pode dizer, pois no mês em que assumiu a prefeitura não fez nada versus coisa alguma que pudesse impactar na vida de algum cairuense. Falam os colegas de imprensa que até alguns compromissos que fez não cumpriu, daí se percebe a falta de confiança do prefeito.

Mas trocando em miúdos, me permita colocar mais pimenta nesta mistura e calcular a seguinte “equação”: Fernando sabe que Hildécio ainda pode sobrevoar tranquilamente a área, pois tem teto político, hoje já citou que não pretende passar a prefeitura deficitária para seu sucessor, em seguida fez um belo discurso em homenagem a Diego e homenageou sua mãe Conceição Meireles, o que demonstra que não quer guerra com os Meireles. Ponto. Equacionando bem a coisa, acredito que o alcaide vai colocar o novo cidadão cairuense debaixo do prazo e apresentar aos grupos, de repente para encaixá-lo em uma vice e sair com o respaldo de ter colaborado pelo menos com alguma chapa.

Diferente do que era, Brito está mais brando, tem dialogado com as pessoas e certamente indicado ao seu grupo que “um prefeito saindo de mandato não quer guerra com ninguém”.

Pois bem, peço até perdão ao meu amigo Alcides, que me pediu a todo custo que segurasse os dedos para a construção desta coluna, mas sabe como é meu ilustre, jornalista político, viu fato novo, precisa comunicar a sociedade, ainda mais algo que com toda certeza não irá deturpar a sua imagem e moral ilibadíssimas, por sinal.

Agora Fernando respira e finalmente depois de tantas decepções, certamente colhendo alguma coisa, poderá sair com cabeça erguida com Alcides na cabeça de uma chapa ou compondo alguma, que certamente ele pesquise e veja as reais chances.

Pelo visto neste fim de festa, Fernando não vai guardar a viola. Irá fazer serenata para Alcides!

 

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo