Valença: Para conseguir vaga em creche para filhos pais e mães formam fila 24hs antes do início da matrícula

Coordenadora da Educação Infantil alega ser um problema cultural e opcional dos pais de alunos

Um fato inusitado chamou a atenção da população do bairro da Urbis, em Valença, no Baixo Sul do estado, desde a tarde desta segunda (02), em que pais e mães resolveram criar uma fila desde para efetivar a matrícula de seu filhos moradores do bairro e regiões adjacentes.

Segundo informações a situação só ocorreu devido à falta de diálogo, segundo as mães, com a direção da Creche Favo de Mel, dirigida por Simone Damásio.

Uma das mães, com uma criança com aproximadamente 2 anos no colo, disse que dormiria na porta da unidade pois depende da vaga para poder trabalhar a garantir o sustento. “Preciso ficar aqui. Mais tarde eu vou colocar minha filha com a vizinha aqui que nos emprestará colchões”, relatou.

O jornalista Wellingthon Anunpciação, que foi pessoalmente conferir a situação após diversos chamados na redação de Livre, foi recebido na residência da coordenadora da Educação Infantil, na secretaria de Educação, da Prefeitura de Valença, Rita Damásio, que informou esta ser uma situação criada por opção dos próprios pais. “Eles insistem nesta cultura. Temos vagas para todos os berçários inclusive instalados no bairro da Vila, e mais duas unidades foram inauguradas por falta de vagas na Creche Favo de Mel. Vaga tem em outras unidades da redondeza, mas os pais querem esta creche e por conta própria montam esta estratégia”, justificou Rita.

O secretário Daniel Reis, da Educação, deverá se pronunciar nas próximas horas.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo