E Ivan&#63 Tomou _x0093_doril_x0094_&#63

*Por Wellingthon Anunpciação

Com a brusca chegada do petróleo cru a praia de Guaibim, diversos voluntários se mobilizaram imediatamente pata evitar o alastramento da tragédia que já choca e compromete o movimento de verão no distrito do município de Valença, no Baixo Sul baiano, além disso o próprio prefeito Ricardo Moura se predispôs a colaborar com o trabalho, Paulo do Ferro Velho – que esta tomando curso de turismo on-line e aprendendo a falar “trading” – também se envolveram para salvar a estética da única fonte de renda da estação.

Porém em meio a toda confusão, esqueceram de dar por falta do secretário de Meio Ambiente, Ivan Pita, que segundo a educadora física Gilcélia Barbosa – que transmitia a todo instante os acontecimentos do grupo que efetuava a limpeza – não deu as caras por lá. Na lista de Gil estavam os funcionários da secretaria de Meio Ambiente, da Prefeitura de Valença, o prefeito – que o radialista Ciro Pimentel entrevistou no local – , Mateus Passos, David Terra e o aprendiz Paulo.

Outros informantes me contaram que visualizaram o diretor do Departamento de Trânsito, Rafaelton Magalhães, além do empresário e produtor de eventos Rael – que segundo informação fez a logística de entrega das necessidades dos voluntários.

Mas cadê Ivan? Que além de distribuir releases via whatapp, não tem registro de ações? Cadê Ivan que disse a semanas atrás já estar pronto para adentrar com tudo quando o óleo chegasse? Cadê Ivan que disse que estaria a frente de tudo que a secretaria realizasse? Cadê o engenheiro Ivan, será que estava “engenhocando” alguma coisa?

É preciso levar a sério as funções que se predispõe a ocupar. Não sou amigo íntimo do ex-secretário de Meio Ambiente, Marcelo Borges, mas com certeza se fosse Borges ontem estaria com a mão na massa antes de todos, dando exemplo. Claro, não vamos retirar as possibilidades do secretário ainda fazer um bom trabalho, mas a ausência do mesmo foi algo que deprimiu os que lá, gratuitamente, se encontravam para fazer o papel do Estado e União, sem um tostão.

Enfim, óleo para mil (dar conta) e Ivan sumiu!

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo