A _x0093_síndrome da caneta_x0094_ atacou Fernando em Cairu

*Por Wellingthon Anunpciação

Li no Blog do Pelegrini, uma escrita do colega Washington  informando que Graça Peleteiro, esposa do ex-prefeito de Cairu, Manoel Peleteiro, haveria “subido no telhado”, certamente o blogueiro quis nos fazer pensar que a criatura caiu ou foi via foguete para o espaço. Porém, mais profundo que a demissão desta senhora chamada de Dona Graça pelos que a cerca(va)m, é a síndrome que ataca o prefeito Fernando Brito (PSD), e que com certeza o fará finalizar seu governo só, sem nenhuma força de por a mão no ombro de alguém para ser seu sucessor.

Raciocine que antes de qualquer medida é preciso um diálogo prudente, para não meter o pé na jaca, e depois “caneta pra dentro”, o que não esta ocorrendo com Brito, o gestor com sua equipe de confiança de peso, consulta as “cigAnas do tarô”, solicita decreto e caneta para dentro, isso por causa de, segundo falas de informantes, imagens fotográficas realizadas com amigos.

Em meu humilde haver, embora não tenha aproximação com Graça, não visualizo que a mesma trairia o Sheik de Cairo.

Fernando me faz lembrar a época em que o ex-gestor de Valença, Agenildo Ramalho – eu ainda era uma criança, mas sei pela minha família e amigos próximos – via ou tomava conhecimento que havia um cumprimento entre pessoas de seu grupo com grupo político rival a demissão era certeira.

Fatos narrados em opinião de alguns entendedores políticos como sendo, desastrosos e desesperosos. Fernando fez até alguns navegadores acharem que havia dedo de aliança com o grupo do ex-prefeito e deputado Hildécio Meireles e sua esposa Cíntia Rosemberg, que já declararam não ter nada em meio as decisões do prefeito que eles fizeram campanha em 2012, mas que não avalizou a continuidade do mandato.

Vale lembrar, conforme publicizei em uma das minhas colunas, que o principal “amigo”, íntimo e que Fernando sempre se senta para comemorar ou planejar, declarou em áudio – que possuo em meus arquivos – que o alcaide estava errado em demitir o secretário Benedito Passos. Nas palavras do friend do prefeito, Bené disse a verdade e não merecia tal condenação,  de repente uma represália, mas era como uma “quimio desnecessária”, declarou, usando termos quase que jurídicos.

Desejo paz ao prefeito, porque do jeito que tá é melhor os secretários e comissionados já andarem preparados para correr de quem Fernando e as “CigAnas do Tarô” possuem desafeto.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo