_x0093_De pau-de-arara não_x0094_, dizem alunos de Taperoá após recusarem modelo antigo de transporte oferecido pela prefeitura

Alunos caminharam descalços com o objetivo de não perderem o calçado. Foto: Printscreen vídeo

Alunos de escolas da zona rural de Taperoá, município localizado no Baixo Sul do estado, rejeitaram o transporte oferecido pela prefeitura da cidade.

No vídeo, uma estudante da localidade da Escadinha, narra que o caminhão é proibido e que os estudantes optaram em proteger suas vidas. “Como todo mundo sabe, caminhão é proibido. Esta sem proteção pra gente, decidimos proteger nossas vidas. Descemos e estamos indo andando. Se não pode vir um ônibus, mandam um caminhão, infelizmente nós vamos andando”, diz o aluno.

Na filmagem outra narradora ainda diz que já são 14hs, e que desde as 12hs os alunos encontravam-se liberados da escola, porém caminhando para chegar a suas residências.

“Não temos dinheiro, estamos com fome e assim levando a vida né, foi muita humilhação para todos nós hoje”, definiu a narradora.

O assessor de comunicação da Prefeitura de Taperoá, Frederico Rocha, disse que em breve sairá uma nota pública, não ofertando no momento da indagação qualquer tipo de justificativa sobre a ação, considerada irresponsável pela população.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo