Valença: Travesti é agredida após tentativa de assalto


Amigos e admiradores da vítima se declararam revoltados

Carla após a agressão fez fotos para mostrar o fato nas redes sociais. Foto: Carla Santos

A manicura Carla Santos, 22 anos, foi espancada na noite desta quinta (27), por um homem que tentou assaltá-la. A vítima aparece em um vídeo que circula nos stories da rede social instagram em seu perfil, onde com o rosto ensanguentado Carlinha fala da agressão.
O fato causou comoção entre o público LGBT do município de Valença, no Baixo Sul do Estado, já que Carla é bastante conhecida por sua arte na área de estética.
“Tenho recebido diversas ligações de apoio, carinho, pessoas que realmente me respeitam como eu sou. Esta é a quinta vez que sou agredida, gostaria muito que as autoridades nos ajudassem neste caso, pensasse um tipo de campanha para amedrontar os covardes que agridem a nós gays, lésbicas, travestis e trans”, comentou emocionada.
Na rede social facebook em seu perfil, Carla também fez um desabafo e chegou a citar que poderia estar morta neste momento, pois foi salva por dois motociclistas que assustaram o agressor. Com o celular quebrado após a agressão, Carla fez participação ao vivo no programa Ligação Direta, da rádio Valença FM, a convite do jornalista Wellingthon Anunpciação, e demonstrou sua dor aos ouvintes do programa que emanaram apoio através dos canais de atendimento da emissora.

Grupo Gay
Valença ainda não possui oficialmente uma associação que cuide dos assuntos da classe LGBT, apenas é formado um grupo de pessoas para realizar a Parada do Orgulho Gay, evento festivo que uma vez anualmente é realizado e não tem no calendário do município eventos que cuidem da classe, que hoje ocupa boa porcentagem entre os grupos do setor da sociedade valenciana.
Confira o vídeo que circula nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *