Valença: Santa Casa diz desconhecer omissão de socorro


Publicizada pelo site Nas Malhas da Lei, no último domingo, a população tomou conhecimento sobre um fato reconhecido em princípio como omissão de socorro por parte dos profissionais da entidade. A matéria que teve um grande número de compartilhamento e comentário nas redes sociais, chegou até Livre por uma seguidora que pediu apuração.
Ao buscar informações com testemunhas, algumas disseram que a mulher já é conhecida dos profissionais da entidade e que sempre que a mesma ou sua família solicita atendimento recebe a garantia como todos os pacientes.
Na Santa Casa, a diretora Adriana Couto, informou desconhecer a omissão de socorro, e solicitou da assessoria de imprensa da entidade enviasse nota a Livre, confira:

Em relação a vídeos que circulam em grupos de aplicativo de mensagens desde o último domingo (12), a Santa Casa de Misericórdia de Valença esclarece que a pessoa que aparece nas imagens foi atendida, devidamente medicada e mantida em observação durante o dia. Foi liberada após apresentar melhora. Passadas algumas horas, retornou conduzida por guardas municipais que a deixaram na sala de espera do Pronto-Socorro. Logo em seguida, antes mesmo do novo atendimento, saiu da unidade por conta própria e foi rapidamente localizada por colaboradores da Santa Casa em frente à instituição. Tais colaboradores a acolherem e a paciente foi novamente atendida. Com a presença de familiares, foi medicada e recebeu alta. Por questões éticas e pensando em preservar a paciente, a Santa Casa de Valença utiliza o direito e o dever de não expor o seu quadro clínico, ao mesmo tempo em que se coloca à disposição para receber todo e qualquer paciente dentro das suas limitações de infraestrutura.
Vale lembrar que a Santa Casa de Valença é uma instituição centenária e filantrópica, que jamais negou atendimento a pacientes vindos de todo o Baixo Sul da Bahia, ainda que enfrente sucessivas crises financeiras decorrentes do subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e da escassez de repasses de verbas. É missão desta unidade de saúde prestar assistência médico-hospitalar à população e assim vem sendo feito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *