Valença: Moradores de zona rural fecham BA


Motivo do manifesto é falta de manutenção das estradas pelo poder executivo municipal

Gestantes, lactantes, idosos, cidadãos em viagem, crianças com consultas marcadas foram os principais prejudicados desta segunda (26), pela ação dos moradores do distrito da Formiga e adjacências, zona rural de Valença, que fechou a BA-542 que liga a sede do município a BR-101. Os residentes defendem-se dizendo que pediram há alguns meses ao prefeito Ricardo Moura (MDB) a requalificação e manutenção das estradas, que não da condições de transporte nem para alunos da localidade. Segundo Maria Dinalva – Daia – presidente da Associação de Moradores da Formiga o descaso se arrasta há alguns meses. “No momento em que fizeram a estrada pelo meio, deixaram nossa ponte quebrada nos demonstraram a importância que (não) temos. Queremos que o prefeito aparecesse para nos dar uma satisfação. Estamos há muito tempo buscando diálogo. Desde a época do evento do padroeiro da localidade que nos garantiam uma máquina para trabalho”, disse.

                           Capitão Santos negocia com manifestantes.

Policiais Militares, comandados pelo Capitão Santos mediaram a situação com os manifestantes, porém sem sucesso, e logo após o comparecimento do Procurador Jurídico do município, Adonai Cardoso, que trouxe informe do prefeito solicitando formação de comissão para atendimento em seu gabinete, a pista foi liberada com a condição imposta pelos moradores de que ‘caso não haja solução nesta semana a pista será novamente fechada’, garantiu Daia e seus comandados.

                 Pista foi liberada as 10h42min.

Segundo a Polícia Militar a extensão do engarrafamento foi de 2km paralelos, e o manifesto teve mais de 4hs de duração.
Até o fechamento da matéria não foi informado o extrato da reunião entre moradores e prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *