Valença: “É mentira dele. Tudo uma farsa”, dispara prefeito Ricardo sobre delação de vereador


Alcaide diz que o pedetista Jurandir Almeida mentiu em plenário

Foto: Arquivo de Livre

O prefeito Ricardo Moura (MDB) ao tomar conhecimento das declarações de Jurandir Almeida (PDT), noticiada com exclusividade por Livre, perante o esquema de corrupção, segundo o edil, para montagem da mesa diretora da Câmara de Vereadores, fez contato com o jornalista Wellingthon Anunpciação a fim de desfazer a afirmativa do vereador.
“É mentira, uma mentira descabida. Se o meu secretário executivo (Manoel de Fausto) fez isso, foi sem a minha anuência, e coisa que eu duvido muito. Mas quero declarar que é mentira. Nunca fizemos este tipo de trato com nenhum vereador”, bradou o prefeito em ligação.
Moura ainda disse que não entende o por quê destas ações, consideradas levianas da parte de Almeida. “Sempre tivemos um bom diálogo e fino trato. Estou decepcionado”, finalizou o alcaide.


Entenda a denúncia
Na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Valença, nesta terça (06), o vereador Jurandir Almeida – o Jota Almeida (PDT), abriu a ‘caixa preta’ da eleição da mesa diretora para o biênio 2016/2018 do poder legislativo.
Segundo Almeida, o secretário executivo da prefeitura de Valença, Manoel de Jesus Góes – o Manoel de Fausto (presidente do MDB – Valença) foi quem o procurou. “O ‘prefeito’ Manoel de Fausto, foi quem me procurou para fazer o acordo. Já estavam me aguardando quando cheguei de viagem, o acordo foi para me dar 10 cargos, e agora estão demitindo as indicações. Acordo político não era para ser destratado. No acordo eu seria o vice-presidente”, delatou. O edil ainda disse que não tinha carro locado, máquinas, empresas e outros meios na prefeitura, finalizando disse que a intenção fechando o acordo foi ajudar o menos favorecido.

Repercussão
Nas redes sociais os comentários são acerca da delação do vereador. Pessoas mantém opiniões divididas, mas a imagem da Câmara da cidade, poder fiscalizador esta exposta como uma casa de jogatina política para interesses pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *