Valença: Comoção marca enterro de professora assassinada por ex-marido


Local do crime, no centro de Valença – Baixo Sul da Bahia.

O corpo de Cecília Crispim, que foi assassinada no final da manhã de ontem (21), foi enterrada hoje no Cemitério Municipal de Valença sob forte comoção de familiares, amigos e alunos.
Família e amigos estavam inconformados com o crime e buscavam respostas para entender a violência com que ela foi assassinada. Componentes da Segunda Igreja Batista, qual a professora fazia parte,  manifestaram profundo pesar nas redes sociais.
Em contato com alguns colegas de trabalho, foi relatado que Cissa, como era conhecida, estaria sendo ameaçada há alguns dias pelo ex-marido, o comerciante Edson Santos, que também se suicidou após assassina-la, e foi enterrado também na manhã desta quinta no mesmo cemitério.

Movimento nas redes sociais
Um movimento foi estartado nas redes sociais desde a tarde de ontem em combate ao feminicídio, já que as contas teriam sido fechadas em 39 mortes de mulheres por companheiros, e teve contagem reaberta com o assassinato da pedagoga.
O perfil – na rede social facebook – de Daniela Pereira, questionou: “Como o calo só aperta em quem sente.E se fosse sua mulher? Sua mãe? Sua irmã? Sua filha? Seria loucura, insanidade ou feminicídio?”
Outros perfis também aderiram a campanha e postaram cards, frases e até imagens da professora pedindo consciência, e incentivando mulheres agredidas para denunciarem e buscarem apoio com autoridades competentes.


A secretaria Estadual de Política para Mulheres da Bahia, também adentrou a campanha e postou a história de Cissa nas fan pages da instituição nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *