Taperoá: Prefeito Rosival é acusado de chantagear a Câmara de Vereadores


Segundo o vereador Aldo Lisboa (DEM), o prefeito Rosival Lopes (DEM) realiza desde os últimos 15 dias uma estratégia para colocar a população contra os vereadores, trata-se do cancelamento de viagens para consultas e exames dos munícipes. Segundo o edil, o prefeito alega que os vereadores são os culpados pela paralisação, por outro lado, Aldo informa que o motivo é a apuração de um suposto desvio de verbas na compra de combustíveis para abastecimento de veículos oficiais.
“Ele (Rosival) incentiva as pessoas a fazer manifestação contra os vereadores. Prefeito eu não tenho medo, fiz denúncias, não tenho medo de um prefeito como o senhor”, bradou Aldo Lisboa, que complementou declarando que o prefeito será denunciado em todos os órgãos para ser apurado e, com certeza, será punido.

Aldo se destaca na Câmara pelas denúncias que realiza contra o prefeito ao TCM, gerando multa ao alcaide.

Contraponto
Livre, em contato com a secretária de Saúde do município, Aline Muniz, para questionar a situação, que respondeu com a seguinte nota:

O Decreto Municipal nº 72/2018 determinou a suspensão de “todo o consumo de combustível destinado a atividades não essenciais, não urgentes, ou não estritamente determinadas por lei, até ordem expressa em contrário”.
Assim, é preciso ressaltar que não foram suspensos os transportes para Tratamento Fora do Domicílio (TFD), conforme determinado na Regulamentação do Sistema Único de Saúde – SUS. Afinal, esses serviços de deslocamento inserem-se nos casos de transportes “estritamente determinado por lei”. No mesmo sentido, não foram suspensos os transportes para urgências, como determinou o mesmo Decreto Municipal. Mesmo após a determinação de suspensão dos transportes não essenciais realizamos viagens para o deslocamento de pacientes para diversos Centros de Saúde: Salvador, Ilhéus, Itabuna, Santo Antônio de Jesus, Corte de Pedra, Itaparica, entre outros. Temos os mapas de viagem que demonstram de forma mais detalhada, e indicam nome, endereço e telefone dos pacientes que foram transportados nesse período, atendendo as obrigações legais e de acordo com o Decreto Municipal, que excepcionou casos urgentes e determinados por Lei da suspensão. (Não podemos fornecer esses dados pois consta os dados dos pacientes).
O Setor de Transporte, localizado na Liga de Assistência Médica, está atendendo aos usuários e agendando as viagens para os pacientes que demandam atendimento.

Confira o vídeo de Aldo que circula nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *