Gilberto Gil é chamado de macaco em rede social

O cantor baiano Gilberto Gil conseguiu uma liminar no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que obriga o Facebook e o site Pensa Brasil (Rede Brasil) a removerem, durante o prazo de 48 horas, os boatos de que o artista teria criticado a atuação do juiz Sérgio Moro. Gil é representado pela advogada Letícia … Leia Mais



Valença é palco do Fórum de Turismo

Estratégias, ações e prioridades do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS) – proposto pela Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) para a Costa do Dendê – foram discutidas, nesta sexta-feira (16), durante reunião itinerante do Fórum Estadual do Turismo, no auditório do Sesi, em Valença. Lideranças do setor, gestores e empresários discutiram o … Leia Mais


Confira o apelido dos baianos na lista de delação

Se houve motivo para sorrir na delação de Claudio Melo Filho, ex-diretor da Odebrecht, foi por conta da revelação de apelidos de políticos. Os baianos não escaparam da mira do delator e as alcunhas dadas a eles repercutiram nas redes sociais. O deputado José Carlos Aleluia (DEM) era o “Missa”, enquanto a empreiteira se referia … Leia Mais


Pressionado, Temer recua com a nomeação de Imbassahy

Líderes dos partidos chamados de ‘centrão’, reuniram-se com o presidente Michel Temer na tarde desta quinta e não acataram a indicação do PSDB de Antônio Imbassahypara Ministro Chefe da Secretaria de Governo. Sob ameaça de dificultarem a processo de votação da reforma da previdência, Temer foi obrigado a recuar e não realizar o anuncio de … Leia Mais


Imbassahy é o novo ministro chefe da Secretaria de Governo de Temer


antonioimbassaiO deputado federal baiano Antonio Imbassahy (PSDB) deve ser empossado como novo ministro- chefe da Secretaria de Governo de Michel Temer (PMDB). O anúncio oficial deve ocorrer nos próximos dias, conforme noticiou a Globo News nesta quinta-feira (8). Imbassahy vai para o cargo anteriormente ocupado por outro baiano, Geddel Vieira Lima, que renunciou ao posto depois da crise que envolveu a liberação de um edifício construído supostamente de forma irregular na Ladeira da Barra em Salvador. A indicação do “novo baiano” [Imbassahy] também serviria para a articulação da sucessão na Câmara Federal, em 2017.


WhatsApp já não funciona em smarts antigos


O WhatsApp anunciou em seu blog oficial que pretende estender o suporte para alguns celulares das marcas BlackBerry e Nokia. De fato, a confirmação veio por meio de um update na postagem publicada em fevereiro deste ano, quando a fabricante anunciou este suporte pela primeira vez.
O apoio será estendido até 30 de junho de 2017 apenas para os smartphones com os sistemas BlackBerry OS, BlackBerry 10, Nokia S40 e Nokia Symbian S60. Desta forma, ficam de fora os aparelhos com Android 2.1 e 2.2, Windows Phone 7 e a dupla iPhone 3GS/iOS 6, que terão o suporte encerrado ao final de 2016, como planejado anteriormente.
Na prática, os usuários destes sistemas terão o acesso bloqueado no final de dezembro de 2016. Este é um aviso do mensageiro para que as pessoas atualizem os seus respectivos celulares, caso queiram continuar usando o app no próximo ano.
“Caso você utilize um destes aparelhos, nós recomendamos que troque por um aparelho Android, Apple ou Windows Phone mais atual antes do fim de 2016 para que possa continuar usando o WhatsApp”, diz o texto oficial. A justificativa do mensageiro para o fim do suporte é que os sistemas mais antigos já não possuem a capacidade necessária para os recursos futuros do WhatsApp.


Valença: Equipes de transição de governo iniciam trabalhos


Nomeados através do Decreto Municipal nº 2120/2016, foi publicado hoje no Diário Oficial do Município de Valença os nomes que comporão as equipes de transição do governo valenciano.
Os nomes escolhidos pela prefeita Jucélia Nascimento e que a representarão na entrega de dados, oferta de assessoramento das contas e outros são:

-Ademar Santos Barreto, da Administração;
– Zenaide Negrão, de Finanças;
– Luís Inácio Filho, da Controladoria Geral do Município
– Dinalva Oliveira Lima; da diretoria da Contabilidade Municipal.

Os nomes escolhidos para representarem o prefeito eleito Ricardo Moura, são:

– Fidélis Negrão Porto;
– Everardo Ramos;
– Sinésio Cabral Neto;
– Adebaldo Rodrigues dos Santos.

Segundo a prefeita Jucélia em entrevista para rádios, sites e jornais a transição será sem muitas novidades, e determinou que todo secretariado oferte as informações necessárias para a equipe de transição, possibilitando assim adiantamento nos programas e projetos do futuro governo que estreia em janeiro de 2017.


Crise no executivo nacional: PSOL protocola pedido de impeachment de Temer


O PSOL protocolou na Câmara dos Deputados, nesta segunda-feira (28), o pedido de impeachment do presidente Michel Temer (PMDB) por supostamente pressionar o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, a interferir em parecer do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) sobre um prédio de Salvador. O caso do residencial La Vue, na Ladeira da Barra, levou à renúncia do então ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, que fez uma promessa de compra de um apartamento no 23º andar. Geddel teria pressionado Calero a suspender um parecer do Iphan que proibia a construção de um prédio de 30 andares, limitando a 13, por estar em uma região tombada. No pedido protocolado nesta segunda, o documento assinado por Raimundo Luiz Silva Araújo, presidente nacional do PSOL, acusa Temer de crime de responsabilidade por tentar interferir na questão, em favor de Geddel. Para a sigla, Temer praticou o crime de tráfico de influência. Entre as testemunhas sugeridas no documento estão Calero, Geddel, o ministro da Casa Civil Eliseu Padilha, o ministro da Educação Mendonça Filho, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, e dois parentes de Geddel: Jayme Vieira Lima Filho, seu primo, e Afrísio Vieira Lima Neto, seu sobrinho, filho do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB). Além do impeachment, o PSOL pede ainda a inabilitação do presidente por oito anos para o exercício de funções públicas.

 


Wagner diz que aceitaria comandar PT no Nordeste


001
Presidir o PT nacionalmente não está nos planos do ex-governador Jaques Wagner.
“Veja, eu não aceitaria ser presidente do PT, pois eu defendo que o presidente de fato (Lula) seja. Se eu tomar uma decisão e o cara não gostar, ele vai lá reclamar no posto Ipiranga e não comigo, que seria o presidente”, afirmou, ao risos, ao explicar que “o posto Ipiranga” é o ex-presidente Lula.
Segundo o ex-ministro da ex-presidente Dilma, participar da executiva do partido com vistas somente no Nordeste seria uma missão mais agradável. “Eu conheço o Nordeste, por ter sido governador da Bahia, e acho que é uma região que pode dar muita força ao PT”, disse.