RECENTE NOTÍCIAS

13/02/2020 18:29

UTI: Pauta principal na audiência pública entre sociedade civil e Santa Casa de Valença

Promovida pelos vereadores Lorena Mercês (Republicanos) e Adailton Francisco (PT) aconteceu no plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Valença, no Baixo Sul da Bahia, a audiência pública que teve o objeivo de discutir a situação da Santa Casa de Misericórdia de Valença – SCMVCA.

Toda a estrutura da SCMVCA foi discutida na audiência. O diretor médico Ricardo Fonseca apresentou em números a quantidade de atendimento diário, mensal e anual realizado na instituição, bem como realizou reconhecimento da necessidade de melhoria de atendimento no departamento de emergência. “Reconhecemos a necessidade de melhoria no formato de atendimento. O paciente precisa ser bem tratado, reconhecemos que se o pronto socorro é procurado é porque existe necessidade”, frisou o diretor, informando que haverá investimento na melhoria dos serviços do Sistema Único de Saúde – SUS.

Ricardo Fonseca, diretor médico da SCMVCA, emitiu pareceres técnicos sobre a situação da instituição. Foto: Agência Abrange

A secretária de Saúde, Margareth Carvalho, na Prefeitura de Valença, apresentou viabilidade de apoio no sentido de colaborar com o esvaziamento de pacientes com classificação de risco verde e azul, afirmando que a 1ª Unidade Básica de Saúde do município passou a realizar atendimentos noturnos. Além disso, a chefe da pasta ainda informou que há direcionamento financeiro para a SCMVCA através de insumos e outras contrapartidas acordadas com a provedoria.


Margaret Carvalho falou acerca das melhorias no sistema de saúde para desafogamento da SCMVCA. Foto: Agência Abrange.

Auxílio dos municípios
“Temos 13 municípios atendidos pela Santa Casa. Se cada um colaborasse com 10 mil, teríamos dinheiro suficiente para arcar com uma folha decente para colocarmos mais médicos”, sugeriu Ricardo Fonseca em mais uma de suas duras afirmações.

A Santa Casa de Valença atende pacientes, para estabilização, oriundos de diversos municípios e não recebe ajuda de custo para potencialização de seus serviços. A queixa mesmo sendo antiga não faz com que os prefeitos e prefeitas da região sensibilizem-se em ajudar a instituição.

UTI
Uma pauta que tomou a atenção da audiência foi a implantação da Unidade de Terapia Intensiva – UTI, equipamento que segundo o provedor Marcelo Cabral, poderia salvar diversas vidas que precisam de cirurgias estratégicas e emergências na unidade. “Não podemos fazer nenhum tipo de ação médica que possa haver riscos maiores, pois não possuímos uma UTI”, explicou o provedor, que apresentou a justificativa de que existe verba de emenda suspensa nos cofres do poder público federal disponível para construção, com validade de envio de projeto e estudo de impacto do solo, disponível até agosto deste ano.

Marcelo Cabral disse que organizará um bloco de fortalecimento político para implantação da UTI. Foto: Agência Abrange

Presentes ao evento estavam: a diretora de Programas e Projetos Estratégicos da Secretaria Estadual de Saúde, Jucélia Nascimento, o comandante da 33ª Cia. de Polícia Militar Alexandre Costa, o vereador Robinson Pimentel (PPS), a representante da secretaria de Saúde da Prefeitura de Taperoá Ionete Nery, o presidente da Federação de Associações de Bairro do Município de Valença – Femanva, Romilson Muniz e o Agente Comunitário de Saúde, Roque Honorato.

 


ItaipavaRico empresalogsiteBanner 340x250
522x380
522x380

Contato

Livre Notícias é um site de notícias gerais do Baixo Sul, Recôncavo e capital baiana. Voltado para a imparcialidade em todos os fatos, nos envolvemos na sociedade baiana com um modo diferenciado de fazer jornalismo. Livre Notícias, aqui, a verdade! Jornalista Responsável: Wellingthon Anunpciação / MTB - 0005897

© 2016 Livre Notícias Valença-BA