NOTÍCIAS

29/01/2020 17:43

Conjunto Penal de Valença receberá scanner para revistas e outros procedimentos

O body scanner custou quase R$1 mi, facilitará a revista e ofertará segurança aos usuários e ocupantes do CPV

O novo equipamento de segurança e fiscalização, o body scanner, adquirido pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), do Governo da Bahia, tornou-se uma realidade em Valença e a partir das próximas semanas começará a ser utilizado nos procedimentos de revistas  do Conjunto Penal de Valença

Com a instalação do equipamento de alto custo, as revistas serão mais minuciosas e objetivas.Com uma problemática acerca da entrada de objetos e substâncias não permitidas, Jairo Luz, Capitão da Polícia Militar e Diretor do CPV, explica que a diminuição em 2019 foi muito maior com o regime adotado pela instituição. E aposta que quanto mais tecnologia, maior será o retorno de segurança para os próprios internos.

“Esta sendo montado um espaço especialmente para que a equipe técnica que operará o body scanner, e o equipamento que receberá os visitantes que  estando em conformidade, o acesso é liberado”, informou Jairo.

Fiscalização 
Os equipamentos são oriundos dos recursos do Fundo Penitenciário do Estado (Funpe) e são semelhantes aos utilizados em aeroportos. De acordo com a secretaria de Estado de Administração Penitenciária, está será a primeira vez que o Sistema Prisional de Valença vai utilizar o equipamento de ponta para as revistas durante os dias de visitas.

Jairo Luz diz confiar na tecnologia como meio de prudência para possíveis tentativas de inserção de ilícitos na unidade. Foto: Agência Abrange 

“O body scanner vai nos trazer mais segurança nos procedimentos de fiscalização para a entrada de visitantes e funcionários nas unidades prisionais. Nós não podemos fazer revista mais aguçada em alguns visitantes, mas o body scanner pode nos mostrar áreas que anteriormente não podiam ser visualizadas com os equipamentos de fiscalização que existentes no sistema prisional. Essa tecnologia irá minimizar as ações de pessoas que tentam entrar com materiais ilícitos escondidos no corpo”, voltou a frisar o capitão, dirigente da unidade.

O capitão disse ainda que o investimento nesse equipamento vem para concretizar a política do Governo do Estado em transformar as unidades prisionais em lugares seguros e controlados pelo Estado. “Com esse equipamento iremos eliminar mais uma possibilidade de que as pessoas tragam materiais como entorpecentes, aparelhos celulares e armas de fogo para dentro das unidades prisionais. Hoje é uma realidade para o Governo do Estado a utilização da tecnologia do scanner corporal. Esse era um sonho nosso que agora se concretiza”, declarou.

Jairo explicou ao jornalista Wellingthon Anunpciação que todos os servidores operacionais da secretaria, incluindo o diretore, adjuntos e demais membros passaram pelo treinamento, assim como os agentes de socialização da empresa Reviver Gestão Prisional.

Body scanner
Este equipamento vem sendo utilizado frequentemente em aeroportos por todo o país. No sistema prisional, o body scanner já é utilizado em alguns estados, como Paraná, Amazonas e também no Distrito Federal.

O body scanner emite ondas de radiofrequência e possui transmissores e receptores que ficam posicionados em duas colunas. Segundos após a pessoa passar pelo procedimento de revista, as imagens são transmitidas para um monitor, onde terá um funcionário que analisará as imagens, identificando objetos metálicos e outros materiais que são detectados através da tecnologia, ainda que estejam cobertos com carbono.


ItaipavaRico empresalogsiteBanner 340x250
522x380
522x380

Contato

Livre Notícias é um site de notícias gerais do Baixo Sul, Recôncavo e capital baiana. Voltado para a imparcialidade em todos os fatos, nos envolvemos na sociedade baiana com um modo diferenciado de fazer jornalismo. Livre Notícias, aqui, a verdade! Jornalista Responsável: Wellingthon Anunpciação / MTB - 0005897

© 2016 Livre Notícias Valença-BA