Valença: “Temos que enxugar a folha, a crise de 2017 será muito grande”, diz futuro secretário de administração da gestão Ricardo Moura

Apresentação de secretários, desabafos e discursos ainda pautados no destaque partidário político. Assim foi a apresentação de secretários de Governo da administração do eleito prefeito de Valença Ricardo Moura, na noite desta quinta (29), na Câmara de Dirigentes Lojistas. De pronto, o prefeito em seu pronunciamento disse que tem maturidade para o aceite de críticas … Leia Mais




Valença: Facção armada mata um e atinge quatro com armas de fogo

Segundo informações da Delegacia de Polícia de Valença, após finalização de uma festa que aconteceu no Clube da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), já nas proximidades da Avenida Dendezeiros, homens armados atingiram Ailton Costa, Cássio Rezende, Fábio Paixão e Luiz Souza por arma de fogo e em seguida assassinaram William Conceição. Em meio à … Leia Mais


Estuprada por quatro


Uma jovem de 22 anos se tornou mais uma vítima de estupro coletivo. O crime teve início por volta das 20h da noite dessa sexta-feira (16), no Largo do Pau da Lima. De acordo com informações do Correio*, citando o Hospital Geral do Estado (HGE), a jovem estava no ponto de ônibus, à espera do transporte coletivo, quando foi abordada por um homem desconhecido em uma moto. Segundo registrado na ocorrência, o suspeito levantou a camisa, mostrou a arma e coagiu a jovem a subir na moto com ele. Quando a garota sentou, ele colocou um capacete na cabeça dela para impedi-la de ver para onde estava sendo levada. A vítima chegou a tentar pedir socorro ao companheiro por telefone, mas o suspeito percebeu a estratégia e arrancou os fones de ouvido que ela usava antes que pudesse completar a ligação. Ainda segundo a publicação, em conversa com a polícia, a jovem reconheceu o local como um matagal. Lá, mais três homens mascarados já os aguardavam e, em seguida, os quatro cometeram o estupro.


Vírus misterioso em Salvador causa dor muscular e deixa urina preta


Do G1

virusDor muscular extrema e urina na cor preta. Esses são os principais sintomas de uma doença que já levou ao menos 9 pessoas aos hospitais de Salvador nos últimos dias e que, em casos mais graves, pode levar a insuficiência renal. À frente das investigações sobre a doença, Dr. Gúbio Soares, pesquisador do laboratório de virologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e doutor em virologia, afirma que a enfermidade é causada por um vírus ainda não identificado.
“Nós já sabemos que é um vírus que causa a doença, mas ainda não determinamos qual o tipo”, afirma Dr. Gúbio, que acrescenta já ter coletado amostras de pacientes, para tentar identificar o vírus. “Precisamos de cerca 10 a 15 dias para conseguirmos fazer essa identificação”.
O especialista acredita que a transmissão seja via oral, através do aparelho respiratório. Ele destaca que outro sintoma da doença é o aumento no organismo da enzima CPK, que atua na regulação do metabolismo dos tecidos contráteis, como os músculos esquelético e cardíaco.
“Teve paciente com índice de CPK de 100 mil unidades por litro de sangue, enquanto o normal é 200 unidades por litro”, falou Dr. Gúbio. “Por isso, como há risco de insuficiência renal, os pacientes devem ficar internados até a urina voltar à cor normal”, afirma.
A estudante Giovana Colavolpe, de 24 anos, foi uma das pessoas que tiveram a doença em Salvador. Ela conta que o namorado dela, Tiago Pavan, teve os mesmos sintomas, no mesmo período que ela.
“Na última sexta (9), eu senti uma dor muito forte no corpo inteiro. Começou no pescoço, foi irradiando e pegou o corpo inteiro. Eu tomei um relaxante muscular e não fez efeito, depois tomei um segundo comprimido e senti uma leve melhora. Quando acordei na manhã de sábado (10), estava ainda com dor e fui para o hospital”, conta Giovana, que relata ainda que a dor era insuportável.
“Quando você pensa em se mover, dói todos os músculos que você utiliza para fazer o movimento que você quer. É uma dor que eu não quero para o meu pior inimigo”, fala a estudante.
Segundo Giovana, ela ficou internada no hospital de sábado até a última quarta-feira (14), quando recebeu alta. O médico infectologista Antônio Bandeira diz que o tratamento é feito com hidratação e analgésico. “O paciente não deve, em hipótese nenhuma tomar anti-inflamatório, porque pode piorar a função renal”, adverte. O tempo de melhora, em média, dura três dias.
O médico afirma que a capital baiana vive um surto da doença. “É um surto. Anteriormente não tínhamos registro da doença, e agora já são 9 casos. Isso configura um surto”, diz Dr. Antônio Bandeira.
De acordo com ele, dos nove pacientes confirmados, três ficaram com a urina preta e, dessas, uma paciente evoluiu para a insuficiência renal. “Apesar do quadro, a insuficiência foi temporárira e ela melhorou”, conta o médico.
Através de nota, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informou que já foi notificada sobre a doença e que está investigando os casos.


Falta de soro antiofídico no Baixo Sul causa desespero e alerta aos munícipes do território


daniel-reboucas
Daniel Rebouças – Diretor CIAVE

A comunidade baixosulense tem estado em alerta, isso devido a quantidade significativa de pessoas que tem sido picadas por cobras, a situação ainda exige um determinado lembrete: não há soro antiofídico.
A população, inclusive da zona rural, deve estar atenta e vigilante. No Baixo Sul, nos últimos meses, em torno de 15 pessoas já sofreram picadas de ofídios, algumas se trataram com medicamentos caseiros, tendo em vista a ausência do medicamento.
Ao que se sabe, a falta do soro ocorre em todo o Brasil e se deve à baixa produção dos laboratórios credenciados ao Governo Federal, já que somente o Ministério da Saúde pode fazer a compra do medicamento, que recebem a informação da falta de matéria-prima. Os soros são feitos pelo Instituto Butantan, em São Paulo, pela Fundação Ezequiel Dias, em Minas Gerais, e pelo Instituto Vital Brazil, no Rio de Janeiro.
Devido à ausência, a indicação aos municípios é checar via Secretaria Estadual de Saúde qual o município mais próximo possui medicamento e fazer o envio do paciente, tentando assim salvar a vida dos picados.
O jornalista, Wellingthon Anunpciação, entrevistou com exclusividade o diretor do Centro de Informações Anti Veneno (CIAVE), do Estado da Bahia, Dr. Daniel Santos Rebouças, representante do Secretario Estadual de Saúde, Fábio Villas Boas, que explanou a situação.
Confira a entrevista:


Segundo Hildécio Meireles, Governo do Estado esta pagando o dobro do valor em mutirões de cirurgia


O deputado estadual, Hildécio Meireles (PMDB), apresentou requerimento à mesa da diretora da Assembleia Legislativa cobrando esclarecimentos da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). Foi questionado, por exemplo, os critérios utilizados no programa Mutirão de Cirurgias, vinculado ao programa Saúde sem Fronteiras, que visa atender gratuitamente 13 mil baianos no período de um ano, levando em conta que o preço por cirurgia pago pelo cofre estadual é superior ao praticado no mercado.
“Estamos falando de um programa, cujo objetivo é reduzir a fila de espera para seis procedimentos médicos – cirurgias de vesícula, câncer de próstata, hérnia, útero, miomas e câncer de mama, que salvará a vida de milhares de baianos e que não pode ter sua finalidade posta em xeque. Para se ter idéia, numa cirurgia de colesistectomia (vesícula biliar), o governo está pagando R$ 1.976,10, enquanto o próprio Planserv cobra apenas R$ 600 e os planos particulares R$ 935,98 e assim temos muitos outros exemplos. Portanto, é preciso que a Sesab esclareça esse critério”, apelou.
O parlamentar pediu também esclarecimentos sobre a dispensa de licitação em regime de urgência para a contratação de empresa para prestação de serviços médicos de anestesiologia, neonatologia e obstetrícia, em diversos hospitais do estado, no valor de $27 milhões por 90 dias. Por fim, o deputado questionou ainda a privatização da gestão do Hospital Especializado Otávio Mangabeira (HEOM), que conforme funcionários, está sendo feita sem nenhum debate, ignorando a importância da unidade, que possui 217 leitos . “E, levando em conta que estamos falando de saúde pública, cujo atendimento beira o caos, não se pode ter suspeitas como essas sem as devidas respostas”, enfatizou, afirmando ter certeza de pronunciamento da Sesab.


Homem agride companheira e trata o caso com sarcasmo


4bac0e9c-7122-4029-9922-7af629e1b1ee-e1480956171849
Gilsimar, sorrindo para as câmeras policiais.

Uma guarnição do 4º Pelotão da Polícia Militar de Ubatã prendeu, por volta das 11h, no Glória, o ubatense Gilcimar Santa da Silva, de 27 anos, acusado de agredir a companheira a socos e pontapés. Segundo informações da PM, o homem agredia a mulher quando a polícia foi acionada por meio de denúncia anônima. Ao proceder a diligência, Gisilmar foi preso ei conduzido à Delegacia Territorial de Ubatã, onde permanece detido. O curioso é que o suspeito sorriu e posou para foto, não demonstrado preocupação ao ser encarcerado. Talvez a ficha demore um pouco para cair.