Ituberá: Médica não identifica causa da morte do bebê


Corpo foi enviado para autópsia em Valença

A cidade esta chocada com o acontecimento.

Após o falecimento de Lucas Gabriel, que segundo a família ocorreu por negligência no atendimento e na falta de medicamentos básicos na unidade, a médica plantonista mesmo tendo acompanhado o caso e ciente dos fatos, não soube, segundo a avó da criança Rita de Cássia Reis, identificar a causa da morte, tendo então que ser realizado o envio do corpo para autópsia no município de Valença.
Segundo Rita, o sofrimento da família foi ampliado com este fato, pois não possuem recursos para locomoção. “Não entendo, não conseguimos digerir isso, esta tudo muito obscuro”, disse a avó.
Em contato com a diretora administrativa do Hospital Antônio da Costa, que apenas se identificou como Rosete, a mesma ao ser questionada sobre a situação, informou que nada tinha a declarar e recusou a detalhar informações, alegando que a família possuiria informações e que ‘a Assessoria de Comunicação lançaria uma nota nas próximas horas’ e desligando a conexão telefônica com o jornalista Wellingthon Anunpciação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *