Unhas encravadas: Um problema para todos

Todo mundo já deve ter sofrido pelo menos uma vez de unhas encravadas, não é? Hoje vamos dar algumas dicas de como não deixar isso acontecer, afinal, não há nada mais incomodo do que a dor de uma unha que se formou de maneira errada. Em primeiro lugar, cortar as unhas em casa está fora de cogitação. Muitas … Leia Mais


Dilma diz que impeachment é 2º golpe de estado que enfrenta na vida

Em seu primeiro pronunciamento após a aprovação do impeachment pelo Senado, a agora ex-presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (31) que a decisão dos senadores é o segundo golpe de estado que enfrenta na vida. A petista disse ainda que os senadores que votaram pelo seu afastamento definitivo rasgaram a Constituição e consumaram um golpe … Leia Mais


Dilma Rousseff é condenada; leia íntegra da sentença

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que presidiu o julgamento do impeachment de Dilma Rousseff no Senado, leu no plenário a parte principal da sentença contra a agora ex-presidente (veja abaixo). Nesta quarta-feira (31), Dilma foi considerada culpada, por 61 dos 81 senadores, por crime de responsabilidade, relacionado às “pedaladas fiscais” no … Leia Mais


Presidente do PRB rompe com Cláudio Queiroz

Quem hoje causou comentários e alvoroço ao comparecer a caminhada/inauguração do Comitê da candidata a reeleição Jucélia Nascimento, foi o presidente do PRB – Valença, Tácio Lima e sua equipe de assessores. Com a presença sendo destacada no discurso da prefeita Jucélia Nascimento, que justificou acatar o apoio do vereador, por saber que ‘a mente … Leia Mais



Meditar para votar 


Na correria da vida contemporânea, muita gente está perdendo o hábito de refletir, de parar um pouco, de meditar. Muitos dizem e pensam que meditar é perder tempo. Não fazem silêncio, não observam, não analisam e não se recolhem interiormente.
Meditar trata-se de um verbo que vem do latim e significa: contemplar e refletir. Nesta corrida eleitoral que estamos vivendo, é de suma importância mais do que nunca meditar, pois nos ajuda a crescer nos tornando mais lúcidos, criativos, profundos, solidários e críticos, para que nos esforcemos em votar conscientemente nas pessoas que queremos eleger para nos representar. A política é construtivista, edifica a pessoa humana, exalta a disposição e boa vontade de servir, somar com a ordem e progresso da sociedade. Já a politicagem, é pautada na ilusão, numa egocêntrica troca de favores e interesses, que geram a violência e a consolidação de uma competitividade desonesta favorecendo revoltas e declínio moral. É tempo de ouvir e refletir as propostas que nos são apresentadas e não “julgar ou condenar ao inferno”, pessoas que não possuem o mesmo ponto de vista ou partido que o nosso. Em todas as circunstâncias devem predominar o respeito mútuo e o testemunho pleno de que exercer a cidadania não é impor regras, mas propor, novos horizontes de uma eficaz educação, saúde de qualidade, investimentos no esporte, lazer e bem estar social.

Brasil, São Paulo, SP. 28/09/2010. Urna eletrônica fotografada antes do início das Eleições 2010, na capital paulista. - Crédito:JONNE RORIZ/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Codigo imagem:66499
Ouvi a história que um determinado município estava passando por uma forte crise: crise política, crise cultural, crise econômica, além de uma grande convulsão de valores, com ameaça de falta de perspectiva de vida para os seus habitantes e total ausência de motivação e autoestima de sua gente. Procuraram então um grande sábio na cidade e o encontraram em oração. Disseram-lhe: “Mestre, precisamos urgentemente de sua presença no governo. Estamos à beira do caos”. O sábio continuou rezando. “Mestre, o senhor nos ensinou que não podemos nos omitir”, insistiu o grupo. “Disseste que somos responsáveis pelo município”. “Estou rezando pelo município”, respondeu o sábio. “Depois irei ajudar um homem na esquina. Fazendo o que está ao nosso alcance, beneficiaremos a todos. Apenas apresentar ideias para salvar o município não ajuda nada”. De fato, todos nós somos políticos, pois política corresponde na busca do bem comum, e nada melhor que começar com quem está mais próximo de nós. Segundo São Tiago, a fé sem obras é morta! Cada um de nós, devemos estender nossas mãos e colaborarmos com o êxito governamental.
Acredito que Nosso Senhor Jesus Cristo em sua vida terrena passou por esse mundo fazendo o bem, curando enfermos, perdoando pecadores, acalmando tempestades, ressuscitando mortos, com o objetivo principal de seu ministério entre os homens de despertar novas atitudes e novos valores, para que os seus seguidores se coloquem como Ele, a serviço da Palavra e dos necessitados. Inspiremo-nos, portanto no sábio da estória e rezemos ao Pai do céu neste período eleitoral que nossos atuais administradores do poder público e candidatos a vereadores e prefeitos, renunciem às abundantes riquezas, coloquem as coisas e as pessoas em seu devido lugar, respeitando opiniões e traçando planejamentos para que amem a todos com o Coração de Cristo e generosa simplicidade, aumentando a possibilidade de vislumbrarmos nos municípios brasileiros à tão almejada paz constante e prosperidade completa


E quando a minha unha cair?


Bom dia!


12858872573782213Hoje é sexta-feira dia de falar em: PODOLOGIA

Vocês sabem o que fazer quando a unha de vocês cairem, por qualquer motivo (batidas fortes, micose, etc)?
Bom, a primeira coisa a se fazer é procurar um podólogo, que irá indicar o procedimento certo à ser usado, uma vez que a unha caída deixa o dedo exposto, ou seja, está suscetível à infecções e outros problemas.
Obs: As avaliações na Fênix Podologia, não são cobradas, para seu esclarecimento deixamos sobre aviso que podem ter acesso às dicas e informações sobre a saúde dos pés sem custo.
O que é possível fazer em casa, sem indicação médica, é evitar sapatos fechados e fazer curativos regularmente, além de proteger o dedo.
Qualquer dúvida, entrem em contato conosco nos telefones (75)9.8834.1387

 


Os segredos para a boa Convivência: Etiqueta Social


sdOlá, as regras de hoje são para todos que desejam aperfeiçoar e estreitar sua boa convivência em sociedade. Afinal de contas etiqueta é para todas as classes sociais e independe da cor ou credo religioso. Essas regras que trago hoje são nada mais nada menos que um mix de recortes das principais regras da etiqueta utilizadas no mundo e inspiradas nas obras de grandes nomes da etiqueta e comportamento. Embarque comigo nessa viagem e se torne um símbolo das boas maneiras.

  • Aja com muita naturalidade, seja em qual for o ambiente, sem muita gesticulação, sem elevar a voz, as vezes é necessário falar alto mas mesmo assim pode ser um problema.
  • Evite assuntos particulares em publico, muitas pessoas podem se sentir constrangidas com certos comentários impróprios e maliciosos.
  • Quando estiver no restaurante, evite papear alto, além de você existem outras pessoas no mesmo ambiente e com certeza desejam fazer suas refeições em paz.
  • Na escada, normalmente a mulher vai a frente e o homem em seguida ou ao seu lado. Na descida acontece o contrário.
  • Evite cuspir em qualquer lugar, use sempre um lenço, e seja muito discreto. Etiqueta é descrição e não exageros.
  • Tenha cuidado com a higiene gripal, lave sempre as mãos após espirrar e se for tossir leve sempre o lenço a boca para abafar o som e evitar as gotículas de saliva.
  • Quando conversar com alguém evite cruzar os braços, isso indica pouco caso ou desinteresse pelo assunto, o ideal é colocar as mãos no bolso ou para trás.
  • Não crie “aura” de constrangimento num grupo recusando a mão que se estende mesmo de um desafeto. Com isso demonstramos ao nosso opositor a nossa superioridade.
  • Pontualidade é o ponto de honra na vida social. Sabendo que a pessoa com quem se trata, não tem essa virtude britânica, marque encontro num lugar agradável, para que a espera não seja cansativa e desagradável.
  • Evite arrotar à mesa como forma de dizer que já está satisfeito. Lembre-se você não está na China, por lá arrotar depois de comer pode indicar gratidão, porem aqui é um gesto de falta de educação.
  • Não empurre o prato a mesa indicando que já terminou de comer e que está super à vontade.

As regras da boa convivência são muitas, e não se esqueça que todas são baseadas no bom senso, apesar de muitos acharem que ter bom comportamento é coisa de gente “Fresca”, muito pelo contrário todo homem de verdade sabe ser cavalheiro. Não existe nada pior que ser desagradável.  Fique ligado no Livre Noticias e compartilhe nossa Página. Até a próxima.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Vai lá e faça!


vaiEstamos na era dos fazedores, onde tudo é fácil fazer e está ao nosso alcance. A internet possibilita fazer coisas que até então jugava-se complicado ou difícil e algumas vezes só os especialistas no assunto poderia executa-lo, mas isso mudou, hoje nada é tão complicado que não possa ser tentado, experimentado.
Se você não sabe fritar um ovo, tem quem ensine se não sabe como fazer um prato italiano, tem alguém para ensinar, isso vale para várias outras coisas, costurar, pintar entre outras, e com a chegada das impressoras 3D a coisa muda ainda mais, você pode até produzir seu conjunto de louças para sua casa. Temos tudo isso ao nosso alcance, porém as maiorias das pessoas não a utilizam, umas por comodismo, outras por não entenderem, e outras por preferirem deixar as coisas como estão.
É preciso sair da zona de conforto, onde tudo está confortável e em plena harmonia, deixe suas ideias fluírem, crie coisas novas, faça coisas novas, aprenda ou que não sabe, ensine o que aprendeu.  Será que você está confortável com tudo o que está sua volta? Nada te incomoda? Por que tanto medo de mudar? Por que prefere sua zona de conforto?
Algumas pessoas que foram consideradas idealistas demais mudaram o mundo, criaram coisas novas, se arriscaram e quando não deu certo, tentou novamente. Como diz Jean Cocteau “Não sabendo que era impossível, foi lá e fez”.
Se algo te tira o sono, se não concorda a forma que algumas coisas são feitas, então VAI LÁ E FAÇA!
O medo nos cerca o tempo todo, mas para nós a mudança está a um passo, basta ter coragem e fazer, afinal talento é para poucos, mas a coragem é uma escolha.
O mundo está mudando a cada dia e você precisa estar preparado para elas, então só tem uma única forma para acompanha-la, ir lá e fazer!


Gleisi diz que Senado não tem “moral” para julgar Dilma e gera bate-boca


Uma acalorada discussão entre senadores contrários e favoráveis ao impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff, aconteceu antes mesmo que os parlamentares começassem a ouvir a primeira testemunha de acusação nesta quinta-feira (25), primeiro dia da etapa final do julgamento.
Senadores a favor de Dilma apresentavam questões de ordem, questionando o processo. A senadora Gleisi Hoffman (PT-PR) estava ao microfone, quando questionou “qual a moral desse Senado para julgar a presidenta da República?”.  “Qual é a moral que tem os senadores aqui para dizer que ela é culpada, para cassar? Quero saber. Qual é a moral que vocês têm?”, disse Gleisi, exaltada.

Gleisi Hoffman se indispôs com alguns colegas.
                                                                       Gleisi Hoffman se indispôs com alguns colegas.

A declaração gerou revolta de vários senadores presentes, que se manifestaram contra a afirmação, gerando uma grande discussão.
Os mais exaltados foram os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Lindbergh Farias (PT-RJ), que bateram boca trocando acusações.
Caiado afirmou que não é “assaltante de aposentado”. A frase foi direcionada ao marido de Gleisi, o ex-ministro Paulo Bernardo, preso na Operação Custo Brasil após suspeita de desvios em contratos de crédito consignado a aposentados e pensionistas do INSS e servidores públicos.
Lindbergh, então, foi em direção a Caiado, dentro do plenário. “Você é um canalha”, gritou o senador petista. “Quem sabe de você é o (senador cassado) Demóstenes Torres.
O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, que preside a sessão, intercedeu para acalmar os ânimos e chegou a suspender os trabalhos por alguns minutos.
Após os presentes se acalmarem, o senador Lasier Martins (PDT-RS) falou em resposta a Gleisi. “Se a senadora Gleisi discorda de algum integrante aqui deste senado, que ela acuse. Agora, não pode generalizar”, afirmou Martins. “Pedir à senadora Gleisi que retire a acusação que fez, generalizando esse Senado, (dizendo) que não tem moral para fazer esse julgamento. Ora, nós temos moral, sim.”