Atleta Valenciano é campeão mundial de Jiu Jitsu

No último sábado (09) Brayan Ribeiro dos Santos participou do Campeonato Mundial de Jiu Jitsu organizado pela Federação Internacional de Jui-Jitsu Desportivo, no SESI de Feira de Santana, no evento o atleta valenciano recebeu medalhas de campeão na categoria Marrom Médio Adulto, vice-campeão No Gi (sem kimono) na categoria meio-pesado, e vice-campeão no Absoluto No … Leia Mais



Francisco Neto: uma sina em prol da educação

Quem conhece Francisco Neto, ou simplesmente Neto da ‘Civil’, não imagina o empreendedor da educação que existe por trás do historiador, bacharel em direito, filósofo e teólogo que coloca a disposição da região baixosulense mais um empreendimento, que deverá se tornar o grande marco da política da educação. Em entrevista a Livre, Neto explica como … Leia Mais


Artista valenciano é destaque na mídia musical brasileira

Faz uma semana que o valenciano Rafael Hugo – o Huguin, lançou seu cd e já se consagra como um grande sucesso na mídia brasileira nacional. Em apenas 4 dias alcançou o topo dos top trends, ficou entre os 10 mais ouvidos do Brasil no site ‘Sua Música’ e lidera a grande maioria dos sites … Leia Mais


Bahia impulsiona turismo internacional com nova rota Miami-Salvador

Receptivo especial foi preparado pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur) para o desembarque dos passageiros do voo inaugural na rota Miami-Salvador, da Latam Airlines, nesta segunda-feira (30), no Aeroporto Internacional de Salvador. A nova frequência semanal tem saída dos Estados Unidos aos domingos e desembarque na capital baiana na madrugada de segunda (1h55).Os passageiros … Leia Mais


Valença recebe a Exposição Itinerante Navio Negreiro Hansen Bahia e Castro Alves


Salvador exerceu um papel de destaque na América Portuguesa, sendo a porta de entrada para milhares de africanos que eram transportados nos navios negreiros, através do tráfico transatlântico de escravos, segundo o pesquisador Carlos da Silva Jr.
A situação de desumanidade vivida pelos africanos a bordos dos navios incomodou o poeta baiano Castro Alves e o artista alemão Hansen Bahia, que retrataram através da arte, a dor dos negros tirados de suas origens. O resultado das produções dos artistas poderão ser apreciadas pela população valenciana, na Exposição Itinerante Navio Negreiro Hansen Bahia e Castro Alves.
Com curadoria de Ayrson Heráclito e idealizada pelo Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade vinculada a Fundação Pedro Calmon/SecultBa, a exposição será aberta ao público na sexta-feira (20), às 19h, no Centro de Cultura Barradas.

                                                   Foto: Italo Pacheco

“O objetivo dessa exposição é para que nunca esqueçamos o quanto foi, e é, perverso e desumano o sistema colonial-escravista. Ver Hansen e ler Castro Alves é um exercício ético e estético absolutamente necessário e contemporâneo” afirma Heráclito.
Contemplando a mostra haverá, também no Centro de Cultura, a oficina de Xilogravura, que será ministrada pelo artista plástico Zimaldo Baptista. As atividades ocorrerão na quinta-feira (26), com uma turma às 9h e outra às 14h e, na sexta – feira (27), com uma turma também às 9h. Formado em Artes Visuais, pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Zimaldo foi um dos participantes da XI Bienal do Recôncavo da Bahia.
Valença será a penúltima cidade a receber a Exposição, que já passou por dez municípios baianos. Segundo Rafael Fontes diretor do CMB essa é uma forma de levar o público à reflexão sobre esse momento da história do Brasil. “A história precisa ser pensada e discutida nos dias de hoje. Por isso, a exposição itinerante leva para as cidades oficinas, debates e discussões sobre o que foi a escravidão”, disse Rafael.
CMB – O Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA), tem como objetivo a difusão da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades públicas, bem como a realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.

Serviço
O quê: Exposição Itinerante Navio Negreiro – Castro Alves e Hansen Bahia e oficina de xilogravura ministrada pelo artista plástico Zimaldo Baptista, com turmas nos dias 26 (manhã e tarde) e 27 (manhã), no Centro de Cultura Barradas.
Quando: Abertura 20 de abril / encerramento 29 de abril
Onde: Centro de Cultura Barradas
Maiores informações: 71 3117 6067 / [email protected]


Instituições valencianas recebem doação da Festa Cultural Beneficente


O empresário Luis Menezes ‘Doriva’, juntamente com Gustavo Couto e Aline Bulhões da Itaipava Costa do Dendê, realizaram na tarde desta terça-feira (13/03), a entrega das doações da Festa Cultural Beneficente, aos representantes da Associação Pestalozzi, Casa Francisco de Assis (antigo Lar dos Idosos) e Santa Casa de Misericórdia. O evento que aconteceu no último sábado, no clube AABB, foi realizado pelo segundo ano consecutivo, como parte do projeto Arena Itaipava Fest, com o objetivo de colaborar com instituições que necessitam de apoio para o funcionamento.

                 A representante da Casa Francisco de Assis recebe a doação da instituição.

“Tudo que se faz para ajudar, temos que apoiar. O resultado foi válido. Vamos poder comprar muitas fraldas, que hoje é uma grande necessidade da Casa. Gostaríamos que a participação popular tivesse sido ainda maior, mas só temos que agradecer e pedir para que iniciativas como esta sejam sempre promovidas. Inclusive, para ajudar outras instituições, pois o social é o muito carente no nosso município”, afirmou Zenaide Negrão, presidente da Casa Francisco de Assis.
“A Santa Casa também achou a iniciativa muito válida, pois envolveu mais de uma organização que necessita. Festas beneficentes de grande porte não são comuns em Valença. Essa foi de grande porte e bem organizada. E, acho que ainda existe pouca cultura na cidade em abraçar ações beneficentes. Existem muitos movimentos isolados. Mas, acredito que se as pessoas se juntassem mais, unissem forças, teríamos resultados grandiosos. Logo, a Doriva Produções e a Itaipava estão de parabéns e a Santa Casa agradece muito o apoio”, ressaltou Marcos D’Eça, representante da Santa Casa de Misericórdia.
A presidente da Associação Pestalozzi de Valença, Angelice Conceição, também fez questão de registrar a sua opinião: “Temos uma preocupação muito grande com a questão social em Valença. No ano passado promovemos uma feijoada, com o intuito de levantar valores para a construção da nossa sede própria. Foi uma luta muito grande para vendermos os ingressos. Para este evento, tivemos algumas dificuldades, a exemplo da falta de aulas e pequenas reformas dentro da Escola. Mas, precisamos também concordar que a população ainda está muito lenta para o social. As próprias famílias precisam ser envolver mais na venda de ingressos. Muitas instituições relevantes precisam do social para continuarem existindo, porque as políticas públicas não tem sido satisfatórias. A demanda de alunos é grande e vivenciamos muitas dificuldades básicas. Logo, a iniciativa de vocês é para ser aplaudida e receber mais empenho da sociedade”.
Gustavo Couto falou da preocupação do diretor Eduardo Ribeiro em participar da sociedade valenciana, não apenas no setor comercial, mas também no social: “As instituições sabem que podem contar com a Itaipava e torcemos para que muitas outras ações parceiras sejam realizadas com este tipo de propósito”. Doriva agradeceu pela confiança e apoio: “Estamos muito felizes com o dever cumprido, com esta prestação de contas e transparência durante todo o processo. Agradecemos a todas que participaram desde o início, a Itaipava, demais empresas parceiras, artistas, imprensa. Conseguimos movimentar muita gente bacana. Infelizmente, não podemos forçar o público a comprar o ingresso e ir para o evento. Mas, estamos tranquilos porque fizemos a nossa parte. Foi o segundo ano e vamos partir para o terceiro, quarto. Não podemos parar. Me emocionei muito, assim como Jaldo Rodrigues, durante as visitas às instituições. E pretendemos voltar outras vezes e continuar colaborando. A festa foi linda, sem ocorrências. Torcemos para que ano que vem possamos fazer um evento ainda melhor”.


“OSBA NA ESTRADA – Uma volta ao mundo dentro da Bahia” chega ao Centro de Cultura de Valença


Neste mês de março, a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), vai circular pelos Espaços Culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e por 4 diferentes Territórios de Identidade com o projeto “Osba na estrada – Uma volta ao mundo dentro da Bahia” com regência do maestro Carlos Prazeres.
O show inicial foi no dia 02 na cidade de Camaçari, e no dia 16 a orquestra se apresentará no município de Valença.

Quero meu ingresso
A classificação é livre e a entrada é gratuita, porém está sujeita a lotação do espaço (250 lugares). Os ingressos serão distribuídos no dia do concerto na própria bilheteria do centro cultural.

Caldeirão de ritmos
O repertório, com duração em torno de 50 minutos, pensado pelo maestro Prazeres para as apresentações apostam em obras de compositores eruditos de diferentes partes do mundo, culminando em sucessos do universo da música pop atual. O público irá apreciar pérolas do universo sinfônico eternizadas em trilhas de grandes filmes, além disso a a OSBA irá resgatar seu Medley Pop com versões sinfônicas de hits de Beyoncé (“Crazy in love”), Anitta e Pabllo Vittar (“Na Sua Cara”).

Espaços Culturais da SecultBA
A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais em diversos territórios de identidade baianos, geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), setor vinculado à Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult). Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro Cultural de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.


Baixo Sul é destaque no Festival de Economia Solidária


                                Branca e sua equipe representaram o Baixo Sul na Feira.

Mais de R$ 40 mil em vendas. Esse é o resultado da comercialização dos quatro primeiros dias de funcionamento da feira que acontece no Festival de Economia Solidária, realizado na Praça de Serviços do Salvador Shopping, na capital baiana.
Iniciada no último dia 15, a feira, que segue até o dia 28/02, é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e traz direto para o consumidor produtos de empreendimentos solidários de 13 territórios de identidade baiano, como artesanato, alimentos e vestimenta.
“Esse número expressivo nas vendas demonstra a força da economia solidária e é também fruto do investimento do governo estadual neste segmento, como a formação aos empreendimentos, por meio dos Centros Públicos de Economia Solidária e o apoio a comercialização dessa produção, no apoio e realização a feiras como essa que acontece no Festival”, pontua a secretária Olívia Santana (Setre).
Além da comercialização, o festival leva ao público atividades culturais e lúdicas e aulas-show de gastronomia, com receitas elaboradas com produtos característicos dos territórios e produzidos atendidos pelos Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol).

                                     Stand do Baixo Sul convenceu por suas especiarias.

Seminário
Nesta quarta-feira (21), como parte do Festival de Economia Solidária, acontece, no Hotel Sol Baia, em Patamares, a abertura do I Encontro Estadual de Comercialização dos Cesols. Nos quatro dias do evento, de 21 a 24, serão apresentados e debatidos temas como: Economia Solidária e Trabalho Decente; Sistemas Produtivos e Segurança Sanitária; Comercialização, Tendências de Mercado e Crédito, dentre outros.


Valença: Jeovanna Carmo (Pretta) é Rainha do Carnaval 2018


Dando continuidade ao Projeto Verão, lançado esse ano pela Prefeitura Municipal de Valença, aconteceu na noite de ontem (09), na Praia de Guaibim, o desfile para a Rainha do Carnaval 2018.
Nove jovens valencianas participaram do desfile intitulado “Garota Verão”. A apresentação do evento foi feita pelo então Secretário de Esportes, Jean Macedo, em companhia da Diretora de Juventude Jéssica Barreto, uma das idealizadoras do Projeto.
Na classificação, venceu em primeiro lugar, como Rainha do Carnaval a Geovana Preta, como primeira Princesa, a Natália Matos e segunda Princesa a Nátale Souza. Robson Veloso, organizador do desfile, esteve também presente no evento.
Além do prefeito Ricardo Moura que chegou com atraso, devido ao período pós-operatório que tem vivido nos últimos dias, estiveram presentes também o vice-prefeito Humberto Malheiros e sua esposa Cristiane Malheiros, além de secretários e diretores da prefeitura e representantes da imprensa valenciana.