Camamu: Prefeita Ioná será julgada pelo TSE nesta quinta-feira


Governando com liminar Ioná poderá perder o cargo nesta quinta após parecer do ministro Admar Gonzaga

                             Prefeita é acusada de abuso de poder econômico e político.

Será no primeiro dia do mês de março o julgamento da prefeita Ioná Queiroz (PT), de Camamu, pelo Supremo Tribunal Eleitoral. A gestora que conseguiu recurso para governar, enfrenta a recorrência da coligação Trabalho e Compromisso, que alega condição de elegibilidade, abuso de poder econômico, político e etc. e terá as provas e contestações julgadas após o Ministro relator Admar Gonzaga apresentar seu parecer a corte, que manterá ou caçará Ioná do cargo que ocupa.
O advogado da coligação requerente, Luis Viana, acredita no sucesso do processo e que a ‘corte analisará a verdade e fará a justiça prevalecer’.
A prefeita Ioná Queiroz, não atendeu a ligação do repórter Wellingthon Anunpciação que tentou ouvir o posicionamento da chefe do executivo camamuense perante o processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *